04
NOV
2019

“Desportistas no Palácio de Belém”- (Reflexão do aluno Nuno Afonso Furtado Matela do 12.º B)

Reflexão do aluno Nuno Afonso Furtado Matela do 12.º B relativa à participação dos alunos
do 11.º B e do 12.º B na iniciativa “Desportistas no Palácio de Belém”, promovida pela
Presidência da República Portuguesa.
Escrevo o presente email no sentido de partilhar com o senhor professor a pequena reflexão
que fiz no âmbito do projeto “Desportistas no Palácio de Belém”, promovido pela Presidência da
República Portuguesa, que decorreu na passada terça feira, 8 de outubro de 2019, no Antigo Museu
Nacional dos Coches, e que contou com a presença da atleta olímpica portuguesa Rosa Mota.
Apesar de o senhor professor Paulo Martins não ter estado, infelizmente, presente
fisicamente no encontro que as turmas do 11.° B e do 12 ° B da Escola Básica e Secundária
Sacadura Cabral, do Agrupamento de Escolas de Celorico da Beira tiveram com a referida atleta,
por razões profissionais, entendo que devo efetuar esta partilha, em virtude do seu envolvimento
nesta interessante e enriquecedora atividade.
Nesse seguimento, envio a transcrição do referido texto:
“14:30. Início da aula. Terminara o moroso intervalo que horas antes tivera o
seu início. Os aplausos a tocar em forma de campainha indicavam o norte aos oito
pontos subcolaterais que ali se agregavam em perfeita orientação com a direção que
iam tomar. Na Arena Real, estava prestes a começar uma viagem equestre que não
encontra o seu término, numa corrida em direção ao eterno e para sempre memorável,
numa maratona que parece não ter fim, com a meta vislumbrada lá ao fundo e que se
esfuma a cada passo dado. A trote, a distância parecia encurtar, mas o percurso, sem
fim à vista, encarregava-se de adicionar os obstáculos necessários à corrida de
barreiras.
Voltando à aula, entusiasticamente eram lecionados os conteúdos previstos e
outros tantos que não integravam a planificação feita pela equipa técnica do Antigo
Picadeiro.
A equitadora, profissional dos 42 200 metros, glória eterna da Olimpíada que
não tem ocaso, abrira, connosco, o seu livro de memórias. Não das memórias que se
deixaram vencer ao tiro de partida, reprodução infiel do que lá ficou. Abrira, porém, o
livro das memórias do hoje, do aqui e do agora, das memórias reais, das maratonas
fervorosas que impulsionam a sístole que, forte, bate no «peito ilustre Lusitano».
Folheámos, juntos, esta obra-prima, não no alto da sua magnificência, mas na
singeleza da sua autenticidade.
A clepsidra marcava 15:45. Fim da aula. Regresso ao Picadeiro, descida do
cavalo.
A maratona seguiu o seu curso, procurando a sua meta.
Antigo Picadeiro Real do Palácio de Belém, 8 de outubro de 2019.”
Sem outro assunto,
Atenciosamente,
Nuno Matela.

19 20 Reflexao Do Nuno Matela Sobre Participacao Desportistas No Palacio De Belem 17 10 2019
19 20 Reflexao Do Nuno Matela Sobre Participacao Desportistas No Palacio De Belem 17 10 2019

19_20_Reflexao_do_Nuno_Matela_sobre_participacao_Desportistas_no_Palacio_de_Belem_17_10_2019.pdf

415.5 KiB
2 Downloads
Details
Profile photo of EB 2,3 Sacadura Cabral
Ir para a barra de ferramentas